19 de Setembro de 2019, 08:28

Estrutura Organizacional06/12/2012

Organograma do Museu de Ciências Naturais
Organograma do Museu de Ciências Naturais

Diretoria Executiva Museu de Ciências Naturais

Coordena a programação técnico-científica do MCN com o auxílio dos Conselhos Científico e Curador. Apóia a elaboração de projetos institucionais para a busca de recursos e auxílios à pesquisa ou através da prestação de serviços. Coordena e supervisiona as atividades de editoração e de infra-estrutura e apoio operacional do MCN.

 

Divisão de Pesquisa

Coordena e supervisiona as atividades de pesquisa e de publicações científicas das seções abaixo. Apóia na elaboração de projetos institucionais, coordenação de prestação de serviços, educação ambiental visando principalmente à conscientização sobre a importância da conservação da biodiversidade e dos ecossistemas. A Divisão também tem como objetivo apoiar a Direção e as chefias das Seções a ela vinculadas na elaboração de projetos visando suporte a essas atividades.

 

Seção de Botânica de Criptógamas

Realiza estudos sobre cianobactérias e microalgas em ambientes aquáticos e terrestres, constituindo-se um centro de excelência de pesquisa nesta área no Estado. O material biológico é mantido em coleção científica como um banco de dados de referência da biodiversidade da ficoflora brasileira. Possui um acervo bibliográfico amplo e especializado e base científica para atender os desafios impostos para a gestão do meio ambiente, em especial no que tange à qualidade das águas.

 

Seção de Botânica de Fanerógamas

Tem como principal enfoque o estudo da biodiversidade do RS no tocante às fanerógamas e também, às pteridófitas e fungos liquenizados. Abriga importante coleção botânica, Herbário Prof. Dr Alarich R.H. Schultz (HAS), com registros da flora gaúcha e muitas coletas de outros estados do Brasil.

 

Seção de Zoologia de Invertebrados

Atua na pesquisa em sistemática, ecologia e biogeografia de invertebrados, com ênfase em poríferos, moluscos, aracnídeos, insetos e miriápodos. Os trabalhos desenvolvidos incluem pesquisa básica e aplicada, contribuindo para o conhecimento da biodiversidade do Rio Grande do Sul e da região Neotropical. A formação de recursos humanos, nos níveis de graduação e pós-graduação, também é destaque. A seção conta com coleções científicas representativas dos diferentes ecossistemas do estado.

 

Seção de Zoologia de Vertebrados

Responsável pelo estudo dos principais grupos de animais vertebrados atuais, sobretudo da fauna do Rio Grande do Sul, incluindo as seguintes especialidades: Peixes, Anfíbios, Répteis, Aves e Mamíferos. Sua atividade principal é a execução de pesquisas científicas sobre diversidade, taxonomia, filogenia, ecologia, conservação, história natural e biologia geral dos vertebrados. Atua ainda na manutenção de coleções científicas e didáticas, na divulgação do conhecimento, na educação ambiental, no assessoramento técnico em temas ambientais e na elaboração e subsídio às políticas de meio ambiente. Além dos pesquisadores especialistas nos diferentes grupos de animais vertebrados, a Seção conta também com equipe de apoio especializado.

 

Seção de Paleontologia

O trabalho desenvolvido por essa seção focaliza-se na pesquisa e divulgação científica relacionados à paleontologia brasileira principalmente do RS, na formação de recursos humanos através de alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado e no trabalho de avaliação de áreas quanto à presença de sítios fossilíferos no RS contribuindo também para com a educação ambiental em paleontologia.

 

Seção de Conservação e Manejo

É responsável pelo desenvolvimento de projetos de gestão, planejamento e conservação da biota e dos ecossistemas regionais. Dentre as principais atividades a destacar na seção estão a elaboração de planos de manejo de unidades de conservação, o desenvolvimento de projetos aplicados para conservação dos ecossistemas e o monitoramento de recursos da fauna e flora do Estado.

 

Divisão de Difusão Científica e Cultural

Coordena e supervisiona as atividades das seções abaixo. Tem como enfoque a organização e manutenção das exposições que ocorrem no MCN, a operacionalização das exposições itinerantes, a organização e execução das atividades educativas do MCN, a organização, informatização e atualização das bases de dados com informações sobre a biodiversidade e a execução de pesquisas nas áreas de mapeamento de ecossistemas e análise de paisagem, utilizando técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento. A Divisão também tem como objetivo apoiar a Direção e as chefias das Seções a ela vinculadas na elaboração de projetos visando suporte a essas atividades.

 

Seção de Educação Ambiental e Museologia

Desenvolve atividades educativas as quais buscam difundir e socializar o conhecimento científico produzido na Instituição em prol da preservação da biodiversidade do Rio Grande do Sul. Promove a interação entre o público e o acervo museal, através de suas Salas de Exposições, atividades intra e extramuros e mostras itinerantes, oportunizando a reflexão para as questões ambientais.

 

Seção de Informação Ambiental

Organizar, informatizar, georeferenciar, conservar e manter atualizadas as bases de dados com informações sobre biodiversidade do MCN, dando apoio aos trabalhos das seções da Divisão de Pesquisa e Divisão de Difusão Científica e Cultural.

 

Setor de Infraestrutura e Apoio Operacional

Sua atuação é fundamental para o suporte administrativo e operacional às atividades do MCN. Apóia, as atividades da Divisão de Pesquisa, da Divisão de Difusão Científica e Cultural e Editoração, prevendo a aquisição de infraestrutura e oferecendo apoio de campo e laboratório necessários para o funcionamento das atividades

 

FZB - Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427

CEP: 90.690-000

Porto Alegre - RS

Fone: (51)3320-2033

  • Lista de espécies ameaçadas
  • Central do Cidadão
  • Concurso FZB 2014
Desenvolvido pela PROCERGS    |    Termos de uso