17 de Agosto de 2019, 15:16

Educação Ambiental e Museologia10/05/2013

Fonte: MUSEAMB

A Seção de Educação Ambiental e Museologia / MCN, desenvolve atividades educativas as quais buscam difundir e socializar o conhecimento científico produzido na Instituição em prol da preservação da biodiversidade do Rio Grande do Sul. Promove a interação entre o público e o acervo museal, através de suas Salas de Exposições, atividades intra e extramuros e mostras itinerantes, oportunizando a reflexão para as questões ambientais.

 

 

Atividades educativas intramuros (desenvolvidas na Instituição)

 

Mediação: atendimento à visitação monitorada na Sala de Exposições e Serpentário - vide visitação

 

Jogo "Trilha da biodiversidade":  O jogo Trilha da Biodiversidade é uma trilha impressa em lona, com fotos de animais e plantas, nativos e exóticos, elaborado pela Seção de Educação Ambiental e Museologia. Acompanha um dado e fichas com perguntas e respostas. O objetivo do jogo é o aprendizado de forma lúdica e interativa, e não a competição. O jogo oportuniza a socialização, ajuda a formar conceitos, a relacionar ideias e a construir conhecimento.

 

Oficinas de fauna e flora do RS: As Oficinas de fauna e flora do Rio Grande do Sul, desenvolvidas pelo Museu de Ciências Naturais da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, visam promover a expansão e a melhoria da qualidade do ensino das ciências, o desenvolvimento das inovações e aplicações da Ciência e da tecnologia, bem como a difusão e a popularização da cultura científico-tecnológica junto à sociedade.

O objetivo maior das Oficinas é dar a conhecer e evidenciar a importância dos componentes do meio em que vivemos, a fim de estimular o interesse pelos temas ligados à biodiversidade, oportunizar uma reflexão sobre os problemas ambientais, sensibilizando a comunidade escolar - professores e alunos - para a necessidade de preservação de nosso patrimônio natural atual e fóssil, utilizando recursos museográficos como meio educativo.

 

 

 

Atividades educativas extramuros (desenvolvidas em outras instiuições em Porto Alegre ou outros Municípios do Estado)

 

Exposições Itinerantes: vide Exposições.

 

Ciência na Praça: Objetiva socializar a ciência, diminuindo as barreiras entre o cientista e a comunidade, visando o desenvolvimento de uma tomada de consciência relacionada com a pesquisa em preservação ambiental, através de educação ambiental não formal. A atividade vem sendo desenvolvida desde 1986, principalmente no "Brique da Redenção" - Porto Alegre/RS, duas vezes ao ano.

 

O Museu vai à Escola:Objetiva popularizar o conhecimento científico junto aos estudantes, estimular o interesse da comunidade escolar (professores, alunos e pais) pelos temas da biodiversidade e possibilitar contato com o acervo museológico. O MCN estimula o diálogo para que novas questões sejam incorporadas, os cotidianos sejam repensados, ocasionando mudanças de comportamento. Alunos e professores ao questionarem a equipe, estarão incorporando novas questões para serem discutidas posteriormente em sala de aula, dando seqüência ao aprendizado.  Professores poderão fazer uso destes temas nas diferentes disciplinas, num contexto mais dinâmico e interdisciplinar. A atividade é executada no mínimo duas vezes por ano, em escolas de diferentes bairros e/ou municípios, possibilitando que um maior número de escolares sejam motivados a utilizarem o MCN como espaço educativo e cultural.

 

Educação Ambiental na Escola:   A atividade iniciou em 2004, inicialmente em datas  comemorativas, como: Dia Internacional dos Museu e  Semana de Meio Ambiente, para atender um  maior número de escolares.   Mesma metodologia do projeto –  “O Museu vai à  Escola”. Envolve grupos menores, de um a quatro, em um ou mais dias.

 

 

Empréstimos de material didático-pedagógico 

Os seguintes materiais podem ser retirados sob forma de empréstimo, e encontram-se à disposição dos professores da rede de ensino pública e privada.

 

Kit Didático "Vertebrados Fósseis do RS"

Kit didático constituído de réplicas de: Gliptodonte, Toxodonte, Rincossauro, Tecodonte, Mesossauro, Preguiça-Gigante, Mastodonte, Cinodonte, Dicinodonte, Cartilha e fichas ilustrativas sobre cada réplica.

O KIT tem por objetivo subsidiar o trabalho dos professores e despertar nos alunos do ensino Fundamental e Médio a curiosidade e interesse pelas Ciências Naturais. Através da observação e manuseio das réplicas de peças do acervo paleontológico do Museu de Ciências Naturais, é oportunizada a motivação e sensibilização para as questões ambientais.

 

Jogo "Trilha da Biodiversidade": O jogo Trilha da Biodiversidade é uma trilha impressa em lona, com fotos de animais e plantas, nativos e exóticos, elaborado pela Seção de Educação Ambiental e Museologia. Acompanha um dado e fichas com perguntas e respostas. O objetivo do jogo é o aprendizado de forma lúdica e interativa, e não a competição. O jogo oportuniza a socialização, ajuda a formar conceitos, a relacionar ideias e a construir conhecimento.

 

Contato:

Seção de Educação Ambiental e Museologia. E-mail laura-tavares@fzb.rs.gov.br

 

 

FZB - Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427

CEP: 90.690-000

Porto Alegre - RS

Fone: (51)3320-2033

  • Lista de espécies ameaçadas
  • Central do Cidadão
  • Concurso FZB 2014
Desenvolvido pela PROCERGS    |    Termos de uso