17 de Agosto de 2019, 15:16

Histórico12/03/2012

Equipe do MCN em sua primeira sede
Equipe do MCN em sua primeira sede - Foto: Arquivo FZB

A criação do Museu Riograndense de Ciências Naturais, através da Lei 2.728, aconteceu em 1955. Sediado em algumas salas do prédio nº 78, na Praça Dom Feliciano, permaneceu no endereço até o ano seguinte, quando foi transferido para a Rua Coronel Vicente, nº 430, também em Porto Alegre.

O cientista Padre Balduino Rambo foi o primeiro diretor desta instituição tendo como primeiros assistentes técnicos os pesquisadores Ludwig Buckup e Thales de Lema.

Inicialmente, o Museu recebeu peças zoológicas/paleontológicas e coleções de periódicos científicos oriundas do Museu Estadual Julio de Castilhos.

Em 1960, o Museu retorna à Praça Dom Feliciano, onde fica por mais seis anos. Nesse intervalo de tempo até 1960, foram criadas e lançadas duas das mais importantes séries da Revista Iheringia, a Zoologia (1956) e a Botânica (1958).

A Avenida Mauá, nº 1855, foi a sede do Museu até 1972, quando começavam as movimentações legais para a instituição dos três órgãos (Parque Zoológico e Jardim Botânico) sob coordenação de uma única Fundação. Entre 1972 e 1974, um espaço na Rua Coronel Vicente foi ocupado pelo material que já fazia parte do MRCN.

Finalmente em 1974, quando se concretizou a junção do Museu, do Jardim e do Zoo sob as diretrizes da FZB, o órgão começa a ser chamado de Museu de Ciências Naturais e passa a ocupar a atual sede, junto à Administração Central da FZB.

Atualmente, o Museu de Ciências Naturais Possui um patrimônio científico de valor inestimável. São coleções de espécimes biológicos e de material paleontológico. Desde 2002, é uma das poucas instituições nacionais declaradas como fiéis depositárias da biodiversidade brasileira.

 

 

FZB - Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427

CEP: 90.690-000

Porto Alegre - RS

Fone: (51)3320-2033

  • Lista de espécies ameaçadas
  • Central do Cidadão
  • Concurso FZB 2014
Desenvolvido pela PROCERGS    |    Termos de uso